Diocese de Teófilo Otoni
Diocese de Teófilo Otoni
NOTÍCIAS

CNLB: ASSEMBLÉIA ELETIVA

Conselho Diocesano de Leigos de Teófilo Otoni, realiza Encontro e Elege sua Presidência


Aconteceu nos dias 15 e 16 de setembro de 2018, em Teofilo Otoni – MG, o Encontro Diocesano de Cristãos Leigos e Leigas de toda a Diocese de Teofilo Otoni.

O Encontro iniciou no dia 15/09 às 08h 30min, no Salão Paroquial da Paroquia São Jacinto, no Bairro São Jacinto em Teofilo Otoni – MG, com a acolhida dos delegados vindo das Paroquias de nossa Diocese. Compareceram 86 delegados, entre representantes das paroquias e representação de Pastorais com representação Diocesana. Tivemos ausência apenas das paroquias São Pedro-Pescador, São Jorge-Nova Modica, Santa Cruz-Ataléia, São Jose-Nanuque e Santuário Senhor Bom Jesus-Teofilo Otoni.

Tivemos uma Mística de Abertura que envolveu a todos os presentes inserindo a todos dentro do Tema do nosso Encontro: “Cristãos Leigos e Leigas comprometidos/as com a transformação” e a Inspiração Bíblica – “Até que tudo fique fermentado” Mt 13,33.

Após um momento de acolhida e de aprovação da Pauta proposta, foi realizada uma mesa de abertura: Padre Herivelto (Referencial dos Leigos), Padre Núbio (Conselho Diocesano de Pastoral), Padre Jaidsom (Caritas Diocesana), Padre Piero (Pastorais Sociais) e do representante da Comissão Diocesana de Leigos Adriano. Padre Aurildes, Administrador Diocesano, enviou mensagem Especial ao Encontro. Cada um disse da importância deste momento para a vida da Diocese e a importância da Organização do Leigos e Leigas. Adriano frisou que a Comunhão na Igreja Diocesana irão trazer muitos frutos para a realidade pastoral da nossa Diocese, afirmando a presença dos Leigos na Igreja e na Sociedade. Além dos padres acima citados passaram pelo Encontro: Padre João Marcos, Padre Ageney e Padre Elizeu.

O Professor Igor Soares. Professor de Direito, da Faculdade Doctum Teófilo Otoni, contribuiu com a Mesa de Análise de Conjuntura, apresentado momentos históricos até os dias atuais da nossa realidade política e social. Na análise Eclesial frisou sobre os Documentos do Concilio Vaticano II, o papel dos Cristãos Leigos e Leigas, situando a importância da Igreja em Saída, dentro dos que nos pede o Papa Francisco.

Foi servido almoço para todos os participantes e em seguida as 14 h após um momento de animação com músicas, iniciou-se a mesa de Diálogo: Cristãos Leigos e Leigas, comprometidos/as com a transformação. Sendo responsável por explanar o Cristão Leigos, sendo a Assessoria feita por Werbert Cirilo da Arquidiocese de Belo Horizonte, cristão leigo, casado, filosofo, teólogo, doutorando e especialista em Ciências da Religião pela PUC-MG, Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (SOTER). Com muita leveza foi colocado aos Cristãos Leigos e Leigas presentes a importância de conhecermos nossa vocação, nossa identidade, nossa espiritualidade e Missão. Sendo cristãos na Igreja e na Sociedade. Foi um momento de muito esclarecimento do nosso verdadeiro papel enquanto Cristãos Leigos e Leigas, onde nos preparou para atuarmos nos verdadeiros areópagos modernos existentes nas mais diversas realidades de nossas comunidades.

As 15h30min, tivemos um cafezinho e às 16 h continuamos a mesma mesa onde foi informado sobre a Importância do Conselho Diocesano de Leigos e Leigas para que realmente, este seja o espaço na Diocese para a organização e ao mesmo tempo favorecer no discernimento da vocação e sua importância para atuamos na igreja e na sociedade. Os presentes puderam tirar suas dúvidas e entender o papel do Conselho.

Após este momento, Padre Herivelto, referencial para o laicato pediu que reuníssemos em setores para que pudéssemos escolher representantes setoriais do Cristãos Leigos e Leigas para ajudar na dinâmica de comunicação e atuação junto as paroquias de nossa Diocese e colaborar assim com o Conselho Diocesano de Leigos e Leigas da Diocese. Foram indicados e aprovados os seguintes representantes:

  • Setor Mantena – Josiane Patrícia e Maria Euzébia
  • Setor Itambacuri – Joelma Monteiro e Jucilene Rodrigues
  • Setor Malacacheta – Vanda Ferreira e Maria Aparecida
  • Setor Nanuque – Gutemberg Santos e Ilma Xavier
  • Setor Ataléia – Josiane Vieira e Leônia Severiano
  • Setor Aguas Formosas – Veranice Costa e Cleide Azevedo
  • Setor Teófilo Otoni – Verdiana Aparecida, Maria Batista Carvalho, Rubens Barbosa e Deliene Fracete

 

Em seguida, Padre Erivelto juntamente Cristiana e Maria Euzébia, componentes da Comissão Eleitoral, apresentaram a chapa inscrita e os nomes dos candidatos aos cargos de Colegiado Fiscal no momento de Eleição no domingo. Chapa da Presidência: Presidente: Adriano (Mantena), Vice-Presidente: Alexandra (Teofilo Otoni), Secretario Geral: José Rodrigues (Teofilo Otoni), Secretário-Adjunto: Silvana (Teofilo Otoni), Tesoureiro: Vanda (Malacacheta) e Tesoureiro-Adjunto: Julieta (Teofilo Otoni) Os inscritos para concorrer ao Colegiado Fiscal foram: José Marcos (Teófilo Otoni), Eliáurea (Teófilo Otoni), Maria Lima (Teófilo Otoni), Doreniz (Novo Oriente), Silma (Teófilo Otoni), Ilma (Carlos Chagas), Sebastian (São Felix) e Gloria (Teofilo Otoni).

As 18h30min, iniciamos nossa noite cultural, com muita animação, musica, alegria, sorteio de prêmios e uma belíssima apresentação de músicos de Novo Oriente de Minas e Malacacheta, show de piano (Projeto Cultural da Catedral), coral infantil (Projeto Cultural da Catedral) e cantor clássico. Foram momentos de confraternização e bastante comida regional. Este momento encerrou as 21h30min.

Todos os participantes foram acolhidos por famílias da Paroquia São Jacinto. Momento também, de muito calor humano por parte famílias que receberam os participantes das mais diversas paroquias de nossa Diocese.

No domingo, iniciamos nossos trabalhos com uma Mística preparada Setor de Aguas Formosas e em seguida foi servido o café da manhã.

A Comissão Eleitoral, conduziu o processo de eleição da presidência e do colegiado fiscal, sendo votantes 86 delegados. Coma a apuração a chapa única obteve 84 votos validos. Sendo portanto eleita. Presidência: Presidente: Adriano (Mantena), Vice-Presidente: Alexandra (Teofilo Otoni), Secretário Geral: José Rodrigues (Teofilo Otoni), Secretário-Adjunto: Silvana (Teofilo Otoni), Tesoureiro: Vanda (Malacacheta) e Tesoureiro-Adjunto: Julieta (Teofilo Otoni). Apurados os votos do colegiado fiscal, foram eleitos: Titulares: Maria Lima, José Marcos, Doreniz. Suplentes: Erlaurea, Silma e Sebastião. Pela Assembleia presente os mesmos foram declarados eleitos e empossados.

Realizamos ainda um trabalho de grupo que chamamos de Areópagos Modernos, nos preparando para atuação no mundo e indicando passos para um projeto de formação para o Laicato Diocesano. Foram Areópagos Modernos:

1) Pastorais Sociais;

2) O mundo do Trabalho e a casa comum;

3) Cultura, educação e comunicação;

4) O mundo da política: políticas públicas e a relação igreja/sociedade;

5) Família, cultura da paz e superação da violência;

 

Após apresentação destes trabalhos pelos representantes dos Areópagos, Werbert Cirilo fez a conclusão fortalecendo as iniciativas apresentadas.

Foram feitos diversos encaminhamentos e em seguida o setor de Malacacheta preparou uma mística de envio de todos os participantes, encerrando assim nosso Encontro.

Agradecemos a todos que direta ou indiretamente contribuíram para a realização deste momento bonito na vida de nossa Diocese.

Caminhada - Desde a realização da Assembleia Diocesana em 2013, onde foi formado uma equipe de Cristãos Leigos e Leigos, para pensar a organização e formação do Laicato na Diocese, que a mesma tem se reunido e aprofundado seus estudos sobre a identidade, vocação, espiritualidade e missão, dentro da realidade de nossa Diocese. Com o Ano Nacional do Laicato, Equipe fortalecida, Padre Referencial para o Laicato e o apoio do Conselho Diocesano de Pastoral, realizamos visitas a todos os 07 (sete) setores da Diocese, promovendo a formação sobre o Documento 105 da CNBB – “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade”. Foram momentos importantes de discernimento da vocação laical, e onde pudemos conversar sobre a organização e a formação do nosso Laicato Diocesano. Nestes encontros, cada paroquia já indicaram 02 (dois) representantes, como referência para ajudar a Equipe Diocesana já existente e facilitar o trabalho de comunicação e envolvimento de toda a Diocese.

Redação: Conselho Diocesano de Leigos (as) de Teofilo Otoni

 


Publicado em: 19/09/2018


PALAVRA DO PAPA

 

"Nunca, nunca, nunca insultar os outros, os pais. Nunca insultar o pai, a mãe. Nunca. Tomem esta decisão interior. A partir de hoje nunca insultarei o pai ou a mãe de quem quer que seja. Nos deram a vida. Nunca insultá-los”,

PAPA FRANCISCO

PALAVRA DO BISPO

Sé vacante ou Sede vacante (do latim Trono vazio), no direito canônico da Igreja Católica Romana, corresponde ao período em que a Sé episcopal de uma Igreja particular está sem ocupante.[1] Isto significa que para uma diocese, o bispo diocesano faleceu, renunciou, foi transferido ou perdeu seu ofício. Caso haja um bispo coadjutor, com direito a sucessão, na diocese este é imediatamente conduzido ao governo da Sé episcopal e esta não fica vacante.

 

PADRE AURILDES - Administrador Diocesano